Árvores para plantar na calçada

sexta, 12 de setembro de 2014

- O oiti (Licania tomentosa), também chamado goitioitizeiro e oiti-da-praia1 , é uma árvore da família Chrysobalanaceae que pode atingir entre oito e quinze metros de altura.

- O jambo-vermelho ou Jambo do Para (Syzygium malaccense) é uma fruta originária da Malásia, país que se localiza no sudeste da Ásia. No Brasil, essa fruta pode ser encontrada nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste, sendo que no Nordeste essa árvore é conhecida por muitos como “eugênia”. Pertencente à família Myrtaceae, que abrange frutas como a jabuticaba, pitanga e goiaba, ojambo-vermelho é uma fruta de sabor adocicado que pode ser consumida in natura e também na forma de doces. Fonte de ferro, fósforo, proteínas, carboidratos e vitamina A, B1 e B2, o jambo-vermelho é considerado uma fruta com médio valor calórico, contendo apenas 56 calorias em 100 gramas de polpa.

- O chorãosalgueiro-chorão ou salso-chorão (Salix babylonica) é o nome umaárvore pertencente à família das Salicaceae ou salgueiros. Parece ser originária do Leste da Ásia. É uma árvore nativa do norte da China, mas cultivado há milénios em vários locais da Ásia, tendo sido disperso pelo homem ao longo da rota da seda até à Babilónia, daí o seu nome científico.

- A chuva-de-ouro é uma árvore ornamental decídua, de floração espetacular, com seus belos cachos pendentes de flores douradas. De porte médio e crescimento rápido, ela alcança cerca de 5 a 10 metros de altura. Seu tronco é elegante, um pouco tortuoso, e pode ser simples ou múltiplo, com a casca cinza-esverdeada. A copa é arredondada, com cerca de 4 metros de diâmetro. As folhas são pinadas, alternas, com 4 a 8 pares de folíolos elípticos, acuminados e de cor verde-viva.

O ipê-de-jardim é uma arvoreta bastante ramificada, que pode alcançar 4 a 6 metros de altura. Ele apresenta folhas compostas por folíolos ovais-lanceolados, sub-sésseis e de bordas serrilhadas. As inflorescências são terminais ou axilares, com muitas flores tubulares, amarelas, muito parecidas com as do Ipê-amarelo (Tabebuia spp). A floração é maior nos meses mais quentes, mas pode perdurar durante o outono. Os frutos são cápsulas glabras deiscentes, compridas e contém muitas sementes aladas.