Móveis rústicos: beleza e sustentabilidade

segunda, 29 de agosto de 2016

Móveis rústicos se tornaram artigos de decoração de alto valor agregado. O grande diferencial dessas peças é sua característica sustentável, afinal são peças produzidas com a reutilização de matéria prima, colaborando com a preservação da natureza.

Os móveis rústicos possuem uma aparência mais natural, garantindo sofisticação e descontração ao ambiente. As madeiras utilizadas são raras e a durabilidade passa de cem anos, tendo qualidade superior a que é normalmente usada na indústria moveleira.

 

Como são feitos móveis rústicos

Os móveis rústicos são feitos a partir de madeira de demolição aproveitados, reciclados e transformados em móveis. Entre as madeiras mais utilizadas estão nogueira, cipreste e cedro. Já a madeira de pinho não é aconselhada na produção de móveis rústicos por ser macia, não definindo o móvel da melhor forma.

 

Vantagens dos móveis rústicos

Móveis de madeira sólida demonstram menos danos nas articulações com o passar do tempo e se adaptam melhor a mudanças climáticas e níveis de umidade, sendo a opção perfeita para quem deseja ter peças duráveis e de qualidade.

 

Cuidados

Por ser feito a partir de madeira de demolição, móveis rústicos necessitam de um cuidado maior do que móveis mais comuns. Confira as principais dicas de conservação:

- Jamais use água diretamente nos móveis, pois a água pode penetrar na madeira e estragar.

- Para limpar sua mobília rústica, use apenas um pano úmido.

- Caso derrame algum líquido na sua peça, limpe-o imediatamente com um pano para não prejudicar a aparência do móvel.

- Mantenha os móveis rústicos longe de luz e calor direto para evitar manchas brancas sobre os móveis e prejudicar a sua aparência.

 

Além de muitas casas estarem buscando os móveis rústicos como decoração, ambientes como salões de festa também estão usando-os para dar um ar mais antigo ao seu espaço.

 

A Plante Roots possui móveis rústicos da melhor qualidade. Para conhecer nossas peças e pedir o orçamento, clique aqui.