Mudas de Mandioca da Mata

segunda, 16 de março de 2015

Mudas de mandioca da mata formam um arbusto que, teria tido sua origem mais remota no oeste do Brasil (sudoeste da Amazônia) e que, antes da chegada dos europeus à América, já estaria disseminado, como cultivo alimentar, até à Mesoamérica (Guatemala, México). Foi cultivada por várias nações indígenas da América Latina que consumiam suas raízes, tendo sido exportada para outros pontos do planeta, principalmente para a África, onde constitui, em muitos casos, a base da dieta alimentar.

Existem diversas variedades da planta, que se dividem em mandioca-doce e mandioca-brava (ou mandioca-amarga), de acordo com a presença de ácido cianídrico (que é venenoso se não for destruído pelo calor do cozimento ou do sol). Algumas regiões usam o nome aipim ou macaxeira para designar a mandioca-doce. As variações não se restringem apenas a quantidade de ácido cianídrico. Variam também as cores das partes de folhas, caules e raíz, bem como sua forma.

Importância das Mudas de Mandioca da Mata

Além da destacada importância na alimentação humana e animal, as raízes de mudas mandiocade mandioca da mata são também utilizadas como matéria-prima em inúmeros produtos industriais. A cultura da mandioca é uma das mais importantes fonte de carboidratos para os consumidores de renda mais baixa em países tropicais da América Latina. As mudas de mandioca da mata são produzidas principalmente por produtores de pequeno porte, em sistemas de produção complexos, com pouco ou nenhum uso de tecnologia moderna, especialmente agroquímicos.

As folhas das mudas de mandioca da mata pode ser consumidas pelos animais na forma "in natura" , sob forma de silagem, feno ou peletizada, pura ou misturada com outros alimentos. A mandioca apresenta potencialidades para participar de outros mercados alternativos. O amido (independente de sua origem) é tradicionalmente empregado na indústria alimentícia, metalúrgica, mineração, construção, cosmética, farmacêutica, papel e papelão, têxtil etc.

A principal importância das mudas de mandioca da mata, como matéria-prima industrial, é a de ser fonte de amido e seus derivados. O amido acumula-se nas raízes e funciona como um depósito de reservas para os períodos de crescimento e dormência das plantas. O uso de derivados de amido para uso alimentar se justifica pelas seguintes razões: 1) é provido de atributos funcionais que os amidos nativos, normalmente, não possuem. Na mistura para pudim, o amido provêm a capacidade espessante, uma textura suave e capacidade de atuar de forma instantânea; 2) o amido é uma matéria-prima abundante e fácil de se obter; 3) a utilização do amido pode representar uma vantagem econômica quando comparado com outros polímeros como as gomas, que são de alto custo.

Forma de utilização das Mudas de Mandioca da Mata

A farinha é a principal forma de utilização de mandioca no Brasil, atingindo índices superiores a 90% fabricados e comercializados, são as farinhas torradas, farinha de mesa e farinha d'água, com predomínio da primeira, e a nível local, a farinha do Pará que consiste na mistura das massas das duas anteriores. Há ainda a farinha de raspa, farinha proveniente de raiz seca sem passar por cozimento que já foi muito utilizada como farinha panificável até início da década dos anos 70. Atualmente o seu principal uso é na composição de rações.

Garanta suas mudas, entre em contato conosco e adquira mudas de mandioca da mata.