Mudas de paineira

quarta, 21 de janeiro de 2015

Por terem crescimento rápido, as mudas de paineira são bastante populares na recuperação de áreas degradadas.

Existem muitas espécies conhecidas como paineira no Brasil, quase todas pertencendo ao gênero Ceiba (antes, Chorisia1 ) da família Malvaceae (antes, Bombacaceae), a mais conhecida é a paineira da espécie Ceiba speciosa Ravenna, nativa das florestas brasileiras e da Bolívia, porém a maioria das pessoas conhecem as mudas de paineira como outros nomes vulgares: sumaúma, barriguda, paina-de-seda, paineira-branca, paineira-rosa, árvore-de-paina, árvore-de-lã, paineira-fêmea.

Tronco da paineira

As mudas de paineira formam uma árvore de até 30 metros de altura, tronco cinzento-esverdeado com estrias fotossintéticas e fortes acúleos rombudos, muito afiados nos ramos mais jovens. Seu tronco das paineiras tem boa capacidade de fazer fotossíntese e tem coloração esverdeada até quando tem um bom porte; o que auxilia no crescimento mesmo quando a árvore está despida de folhas. É comum as paineiras apresentarem uma espécie de alargamento na base do caule, surgindo assim o apelido "barriguda".

Sua madeira, por ser bastante leve, mole e pouco resistente, além de não ter boa durabilidade. Pode ser utilizada na confecção de calçados, caixotaria, celulose e artesanato.

Fruto da paineira

O fruto das mudas de paineira são bastante grandes e se abrem quando maduro, liberando boa quantidade de paina-sedosa, entremeada com as sementes que são carregadas pelo vento. A paina é uma fibra fina e sedosa, mas pouco resistente, não de grande proveito na confecção de tecidos, mas como preenchimento de travesseiros, almofadas e pelúcias. Uma grande paineira pode deixar um tapete branco de paina caída aos seus pés no final da época de frutificação.

Onde plantar mudas de paineira

As mudas de paineira são plantas excelentes para o paisagismo de grandes áreas, como parques e jardins públicos, devido ao seu rápido crescimento, rusticidade e beleza. A floração é intensa e ocorre no verão e outono, com a árvore semi ou completamente despida de sua folhagem.

A paineira é uma árvore tropical, mas tolera o frio, desde que não seja muito intenso. Deve ser cultivada em solos férteis irrigados a intervalos regulares, sempre sob sol pleno. Multiplica-se facilmente por sementes, que germinam e se desenvolvem rapidamente. Pode se multiplicar por estacas, embora mais raramente, sendo este método empregado em regiões muito frias.

Mudas de paineira de ótima qualidade, você encontra aqui na Plante Roots, entre em contato conosco e garanta suas mudas.