Práticas de cultivo e conservação do solo

quarta, 05 de abril de 2017

 

O solo é um dos componentes naturais mais importantes para a nossa sociedade. Além de ser essencial para o ecossistema, os solos também possibilitam o desenvolvimento da agricultura, garantindo a produtividade de alimentos e fomentando a economia do país. Diante dos benefícios e recursos desse componente para a sociedade e o meio ambiente, a conservação do solo torna-se uma prática inevitável.

Por que é importante?

É do solo que retiramos os alimentos necessários para nossa sobrevivência, a matéria-prima para construções civis e diversas outras utilidades. Além disso, é do próprio solo que as plantas retiram todos os nutrientes necessários para se desenvolverem.

Por conta desses fatores, as práticas de conservação do solo são fundamentais para manter a qualidade e fertilidade dos solos, combatendo os fenômenos que causam sua degradação.

Consequências do manejo inadequado do solo

  • Degradação de outros elementos naturais, como os recursos hídricos;
  • Desmatamento;
  • Aumento da salinidade do solo;
  • Perda das propriedades naturais, tonando o solo infértil;
  • Desertificação ou erosão no solo.

Práticas de cultivo para a conservação do solo

  • Realizar o cultivo em curvas de nível, criando uma cultura que siga as ondulações do terreno para regiões íngremes. Esse sistema ajuda a evitar que a chuva carregue do solo as partículas soltas que são ricas em nutrientes para as regiões mais baixas.

 

  • Utilizar a rotação de culturas, realizando a alternância do produto cultivado na área durante o ano, evitando o empobrecimento do solo que ocorre por conta da necessidade das culturas em absorver do solo sempre os mesmos nutrientes.

 

  • Realizar o plantio direto de um produto sobre os restos orgânicos da produção anterior no solo. Dessa maneira, o solo ficará coberto em todas as épocas do ano, seja pela plantação ou pelos restos deixados por ela, impedindo o escoamento de nutrientes e conservando a infiltração de água nas camadas do solo por mais tempo.

 

  • Utilizar uma cobertura morta feita à base de vegetais e restos de culturas, correspondente a uma camada grossa de aproximadamente 15 cm de espessura. Essa cobertura tem a finalidade de proteger o solo contra a erosão e ervas daninhas. Dessa maneira, é possível conservar a umidade, melhorar a fertilidade e mantê-lo em uma temperatura adequada.

 

Agora que você sabe mais sobre o cultivo e conservação do solo, conte com os serviços da Plante Roots Viveiro Ambiental. Acesse nosso site e conheça nossos serviços.