Mudas de Amora (UND)



As mudas de amora são do gênero Morus nativa de regiões da Ásia, América do Norte e África, sendo proveniente portanto de climas temperados subtropicais e se adaptando muito bem ao clima brasileiro.

As mudas de amora formar uma árvore que pode atingir uma altura de 4 a 5 metros, sendo de médio porte. Sua casca é rugosa e de coloração escura, e sua copa é frondosa e oferece boa sombra. Suas flores são pequenas e possuem uma cor branco-amarelada, seus frutos são comestíveis e muito apreciados, além de decorativos pois possuem coloração viva.

O tipo da muda de amora influência na cor e demais características do fruto, e as amoreiras mais comuns são: a Alba, que produz amoras brancas, a Rubra, que produz amoras vermelhas e a Nigra, que produz amoras negras. O tipo de amora mais consumido pelos humanos é a proveniente da árvore Nigra.

As mudas de amora também podem ser utilizadas para a criação do bicho da seda, sendo um de seus alimentos preferidos, em especial a amoreira Alba.
Devido à sua baixa estatura, sua copa frondosa, suas flores ornamentais e seus frutos comestíveis e ricos em nutrientes como a vitamina C, a amoreira costuma ser plantada em pomares, jardins e na beira de estradas rurais.

É muito comum o cultivo das mudas de amora principalmente devido a seu fruto, que pode ser consumido in natura ou na forma de doces, compotas, geleias, licores entre outros tipos de alimentos.

Além do sabor e utilidade nutricional a amora e as folhas da amoreira também oferecem propriedades medicinais: é calmante, diurética, antioxidante, cicatrizante, anti-inflamatória e laxante.

Seu período de frutificação depende da região em que está plantada, sendo que no Brasil ocorre entre setembro a novembro.

Orçamento Rápido
Formas de pagamento: MasterCard, Visa, Elo, Hiper, Hipercard, diners e depósito bancário pelo Banco do Brasil.

Ligamos para você

Economia até na hora de fazer orçamento: coloque o seu telefone e nós te ligamos gratuitamente

X